12 programas com inscrições abertas para startups e empresas de inovação.

0
258
A crise pode ser um oportunidade para inovar. Empresas de inovação e startups têm conseguido crescer e atrair investimentos mesmo durante a pandemia. Só em junho, as startups brasileiras levantaram 156 milhões de dólares, segundo o levantamento Inside Venture Capital Brasil, feito pela empresa de inovação aberta Distrito.

1 – JA Startup Online

Inscrições: até o dia 19 de julho para grupos e até o dia 22 para indivíduos pelo site
Duração: até 10 de agosto
Perfil: jovens de 15 a 24 anos

O intuito do programa é abrir o horizonte e apresentar o empreendedorismo e a inovação como possibilidades a jovens de todo o país. Promovido pela JA Brasil em parceria com a escola de negócios StartSe, o programa deve alcançar pelo menos 1.000 jovens de todo o país. Os alunos terão a oportunidade de tirar uma ideia de negócio do papel, compreendendo qual o seu impacto dentro de suas comunidades. Com carga horária total de 15 horas, o programa será dividido em três aulas, já marcadas para os dias 22 e 29 de julho, e 6 de agosto, sempre das 17h às 18h30. Haverá ainda sessões de mentorias coletivas e individuais direcionadas por profissionais. As melhores startups desenvolvidas durante o programa irão concorrer a participação no Demoday online, onde os jovens apresentam seus projetos e concorrem a prêmios exclusivos do programa.

2 – Neo Acelera

Inscrições: até 19 de julho, pelo site
Duração: três meses
Perfil: startups que atuam em negócios para a terceira idade

O programa é uma iniciativa da farmacêutica Neo Química em parceria com a Yunus Negócios Sociais. O objetivo é apoiar negócios sociais que já impactem seu público alvo e tenham potencial para ganhar escala. Neste ano, o foco são projetos que tragam inovações e soluções reais para os principais desafios enfrentados pelo público maduro. As soluções devem estar relacionadas a temas como aprendizagem ao longo da vida; ocupação e vida profissional; planejamento financeiro e saúde financeira; mobilidade e autonomia; movimentação e segurança; gestão integrada da saúde; cuidado e acompanhamento pessoal; mente ativa e saudável; e cuidados com o fim da vida. Os empreendedores serão capacitados ao longo de três meses, com bootcamps online, conexão com mentores da Neo Química e especialistas de mercado, além de acompanhamento semanal da equipe da Yunus. Um dos empreendedores, no final, receberá um aporte de 150.000 reais.

3 – Scale-Up Health Tech Endeavor

Inscrições: até 20 de julho, pelo site
Duração: cinco meses
Perfil: scale-ups

A seleção do Scale-Up Health Tech busca 12 startups que estejam transformando o segmento por meio da inovação nos setores de prevenção e bem estar, diagnóstico e prescrição, tratamentos intensivos, tratamentos e acompanhamento e plano de saúde e serviços de suporte. Durante os meses de aceleração, as empresas selecionadas receberão mentorias e poderão se conectar com outros empreendedores da rede Endeavor.

4 – Programa Startups Connected

Inscrições: até 20 de julho, pelo site
Custo: 275 reais
Perfil: startups em diferentes estágios

Iniciativa da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha de São Paulo (AHK São Paulo), o programa Startups Connected reúne anualmente grandes empresas que buscam por startups aderentes aos seus desafios. A startup melhor avaliada em cada desafio será selecionada para participar do programa de aceleração, no qual deverá desenvolver um projeto-piloto em conjunto com a empresa-âncora.

5 – B2Mamy Pulse – 8ª Turma

Inscrições: até 24 de julho, pelo site
Duração: de 6 de agosto a 11 de dezembro
Perfil: negócios em estágio inicial

O Pulse é voltado para mulheres que querem impulsionar suas startups, aprender os diversos conceitos do empreendedorismo e imergir nesse mundo ou implementar processos mais ágeis. Criado pela B2Mamy, empresa que capacita e conecta mães ao ecossistema de inovação, o programa de aceleração powered by Google for Startups é focado em startups em fase inicial. A 8ª edição acontece totalmente online e conta com 10 vagas subsidiadas pelas marcas apoiadoras, como Huggies e ConectCar.

6 – Amcham Arena

Inscrições: até 2 de agosto, pelo site
Perfil: startups em estagio operacional, com serviços e produtos já em circulação

Conquistar um grande cliente é o sonho da maioria dos empreendedores, especialmente, dos pequenos negócios inovadores e estreantes no mercado. Para ajudar as startups brasileiras a conquistar networking comercial com grandes compradores e vencer também sua primeira grande crise, a Câmara Americana de Comércio abriu inscrições para o Amcham Arena, competição nacional que conecta multinacionais a soluções e inspirações que revolucionem seus negócios. São mais de 5.000 empresas associadas e 90.000 executivos na base. Além disso, o Arena dá acesso a premiações nacionais e regionais.

Inscrições: até 3 de agosto, pelo site
Duração: 4 meses
Perfil: startups em estágio de operação e tração

O InovAtiva Brasil é um programa gratuito para aceleração de negócios inovadores de qualquer setor e região do Brasil, realizado pelo Ministério da Economia e pelo Sebrae, com execução da Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI). O programa oferece mentorias, visibilidade às startups e conexão com investidores, grandes empresas e parceiros. Neste segundo ciclo de 2020, serão selecionadas até 160 startups brasileiras.

8 – Desafio SMARTie

Inscrições: até a primeira semana de agosto
Perfil: startup em early stage ou scale-up

O Grupo Solví, multinacional brasileiro e holding de saneamento básico, presente em 15 estados do Brasil e três países da América Latina, em plena pandemia do coronavírus, decidiu investir até 30 milhões de reais no seu programa de aceleração. A empresa busca ideias inovadoras de startups voltadas à destinação, valorização, transporte e uso de resíduos para gerar energia. O projeto é dividido em seis fases e termina no dia 31 de outubro, com o Demo Day, em que as empresas apresentarão suas ideias e receberão propostas para se tornar fornecedores ou parceiros do grupo.

9 – Desafio 4G TIM no Campo

Inscrições: até 11 de agosto
Duração: selecionadas serão anunciadas entre os dias 19 e 31 de agosto. Apresentações acontecem no dia 2 de setembro
Perfil: startups que tenham soluções inovadoras em IoT para o agronegócio

A operadora TIM está em busca de startups que tenham soluções inovadoras em internet das coisas para o agronegócio. Com o tema Conectividade para eficiência no controle de pragas, doenças e plantas daninhas na agricultura, a iniciativa tem parceria da AgTech Garage e oferece para os empreendedores a oportunidade de trabalhar com grandes empresas do setor, validando suas soluções e realizando provas de conceito das ferramentas. Como as inovações devem funcionar na rede 4G em 700MHz, padrão utilizado pela TIM no agro, as startups selecionadas têm potencial de se tornarem parceiras da operadora no projeto “4G TIM no Campo”. O programa vai conectar os empreendedores com diversos parceiros que vão auxiliar no desenvolvimento das ferramentas, com o objetivo de construir parcerias relevantes e duradouras das startups com a operadora.

10 – Scale-Up Construtech

Inscrições: até 28 de agosto, pelo site
Duração: quatro meses
Perfil: scale-ups

O programa da Endeavor é feito para empresas que estão transformando setor da construção civil e setor imobiliário e está em busca de 10 scale-ups dos setores de pré-obra, construction, real estate, home improvement e serviços financeiros. Durante os meses de aceleração, os empreendedores selecionados terão a oportunidade de fazer conexões com mentores, executivos e empreendedores que lideram as maiores empresas de construtech do Brasil em mentorias individuais e coletivas com a rede da Endeavor. A primeira etapa do programa é focada no diagnóstico do principal desafio de crescimento da empresa, que vai desde vendas e finanças à cultura e gestão de pessoas. Em seguida, o empreendedor passa por um acompanhamento individual e por encontros coletivos online.

11 – Techstart Agro Digital

Inscrições: até 1º de setembro, pelo site
Duração: 21 semanas
Perfil: startups com foco em soluções digitais para o agronegócio

O novo ciclo de aceleração de startups do programa realizado pela Embrapa Informática Agropecuária e a Venture Hub, o TechStart Agro Digital, vai contar com o apoio da divisão agrícola da Bayer. O objetivo do programa é impulsionar a chegada de novas tecnologias ao mercado, com soluções para problemas reais da agricultura. As empresas selecionadas para o batch 2020 vão participar de um processo estruturado, ao longo de 21 semanas, com treinamentos e mentorias especializadas e oportunidades de interação com outras empresas, investidores e instituições de pesquisa, além de apoio nas áreas jurídica, de propriedade intelectual e contábil. A iniciativa atende também aos interesses de empresas que buscam inovações com potencial para integrar seus negócios.

12 – TechStart Food Innovation

Inscrições: até 1º de outubro, pelo site
Perfil: startups, empresas, indústrias e instituições da cadeia de alimentos, bebidas e embalagens

O programa de aceleração foi criado pela Conexão.f, incubadora de conhecimento da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio (Fundepag), com a FoodVentures e a Venture Hub. Os candidatos devem estar enquadrados dentro dos seguintes temas: Novas Formas de Consumo, Segurança e Distribuição; Desperdício e Sustentabilidade; Big Data, Predição e Informações de Mercado; Soluções para Embalagens; Novos Ingredientes (Biodiversidade), Produtos e Processos; Alimentos de Base Vegetal (Plant Based Foods); Soluções mais Saudáveis e Aproveitamento Integral da Matéria-Prima. Além do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL) como parceiro especialista, o TechStart Food Innovation conta com apoio do Instituto Eldorado, da Embrapa Informática, da SciCrop e da Fundação Iota.

Use Coworking Banner

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui