ALMT recebe exposição “Colhendo Memórias, Resgatando o Amor”

0
28

A mostra é alusiva ao “Dia Internacional de Sensibilização a Perda Gestacional, Neonatal e Infantil”, lembrado no dia 15 de outubro.

O luto e os desafios emocionais maternos vivenciados após a morte de um filho são temas da exposição “Colhendo Memórias, Resgatando o Amor”, promovido pelo grupo ‘Mães de Anjos de Mato Grosso’. A mostra é alusiva ao “Dia Internacional de Sensibilização à Perda Gestacional, Neonatal e Infantil”, lembrado no dia 15 de outubro, e ficará disponível para visitação no Espaço Cultural da Assembleia Legislativa, de segunda (14) até sexta-feira, das 8 as 17 horas.

“Esta é uma forma de conscientizar as pessoas sobre a importância do acolhimento das mães que vivenciam essa dor e do apoio fundamental para a readaptação após esse momento difícil” destaca a coordenadora do grupo, enfermeira Beluci Bianca Soares. Ela explica que a ideia de unir mulheres que sofrearam perdas surgiu quando percebeu que havia a necessidade de um espaço para que elas compartilhassem seu sofrimento, mas também as alegrias e a superação. “Juntas, elas desbravam suas dores com compreensão e respeito, ao mesmo tempo em que encontram apoio para se readaptarem e seguirem adiante”, destaca.

O relato da servidora pública Julia Nobre é um dos que estão expostos e refletem um pouco das vivências de luto dessas mães. Ela conta que buscou apoio no grupo aos três meses de gestação, quando soube que seu filho não teria chances de vida ao receber o diagnóstico de anencefalia (não formação do cérebro na fase embrionária). “Eu e meu esposo resolvemos levar a gravidez até o final e, aos nove meses de gestação, recebemos o nosso filho Joaquim num parto humanizado. Nas poucas horas de vida que ele teve, pudemos acolhê-lo em nossos braços e dar todo carinho cultivado durante a gravidez. Posso dizer que parte da força que tivemos para tudo isso veio dos relatos que partilhamos neste grupo de apoio”, conta emocionada.

Além da exposição, no dia 19 de outubro, próximo sábado, haverá um evento no Parque das Águas para que as mães soltem balões em alusão à vida dos seus filhos. Na ocasião, Beluci explica que será falado um pouco do trabalho realizado pelo grupo, a entrega de uma cartilha para as mães e , ao final, a homenagem com os balões representando cada filho.

Grupo de apoio “Mães de Anjos de Mato Grosso”: Criado em 2016, a primeira reunião aconteceu em dezembro do mesmo ano com apenas sete mulheres participantes. Hoje, conta com 65 integrantes de várias regiões do estado. Os encontros acontecem a cada dois meses, sempre em Cuiabá. Em cada reunião é escolhido um tema para discussão e é feito, também, o acolhimento às mulheres que acabaram de se aderir ao grupo, sempre com o acompanhamento de um profissional de psicologia.

A coordenadora destaca que grupo acolhe mulheres que perderam os filhos desde oito semanas de gestação até cerca de dois anos de idade. A participação é gratuita.

SimSite Banner

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui