Alta do e-commerce faz Mercado Livre manter investimento de R$4 bilhões no Brasil em 2020.

0
49

O Mercado Livre deve manter o plano de investir cerca de R$4 bilhões no Brasil neste mesmo. A alta no e-commerce provocada pelas medidas de isolamento social deve compensar os efeitos negativos do novo coronavírus (covid-19) no principal mercado da empresa.

O maior portal de comércio eletrônico da América Latina afirmou na terça-feira, dia 5, dentro de seu balanço do primeiro trimestral, que observou forte retração da demanda na segunda metade de março, mas que o movimento foi retomado com força em abril, com cada vez mais consumidores comprando cada vez mais pela internet, o que tem exigido mais entregadores.

A empresa também afirma ter contratado 200 funcionários próprios e outros 2,5 mil terceiros desde a segunda metade de março para reforçar sua equipe de logística e dar conta do aumento do volume de entregas.

Para o vice-presidente da companhia para América Latina, Stelleo Tolda, a estimativa é  que muitos dos novos compradores e vendedores manterão as transações no ambiente eletrônico, mesmo depois que as medidas de isolamento forem desfeitas. “Acredito que a participação do comércio eletrônico nas vendas totais vai se estabilizar em níveis maiores do que os que tínhamos antes da crise”, disse ele.

O  Mercado Livre também avalia inaugurar ainda neste ano, no Nordeste, seu quarto centro logístico no país.

Fonte: StartUPLife

SimSite Banner

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui