Dicas de sobrevivência para startups em tempos de crise.

0
35

Por Victória Goldenfum e Layon Lopes*

Perante o estado de calamidade pública decretado em nosso país, buscamos selecionar algumas dicas de sobrevivência interessantes, voltadas para auxiliar startups a superarem o tempo de crise atual.  Para isto, delimitamos algumas dicas de gestão que podem elucidar e embasar a tomada de decisão da sua empresa, considerando gestão de recursos assertiva nos próximos meses. Confere lá:

  1. Diagnóstico da operação

Inicialmente, o principal exercício a ser realizado é a compreensão integral e atual da operação de sua empresa. Avalie quais são as despesas fixas e variáveis existentes no momento. Estabeleça um estudo real dos investimentos que devem ser realizados nos próximos meses, a fim de diagnosticar qual será o real custo de sua operação. E após proceder com a avaliação interna, parta para a criação de um planejamento estratégico.

  1. Negocie suas despesas.

Em tempos de instabilidade econômica, sabemos que os cortes com atividades não essências devem acontecer. Portanto, como exemplo, vale a pena reavaliar as despesas com marketing realizadas pela empresa. Cortar certa porcentagem das verbas voltadas para publicidade ou patrocínio de eventos, pode ser uma saída para manter uma melhor liquidez.

Outra forma de economizar é renegociar os contratos existentes com os fornecedores. Devemos ter a consciência social e comunitária de que todos estamos submetidos aos mesmos desafios. Assim, sabemos que pedidos de rescisão são prejudiciais tanto para a parte contratante quanto para contratados, fornecedores e parceiros do negócio. Neste momento, requisitar a diminuição do valor acordado em contratos é uma boa dica de sobrevivência.

Outra dica interessante é conversar e negociar até mesmo com o locador do imóvel onde sua empresa se situa! Com a grande disponibilidade de imóveis existente no mercado imobiliário, os locadores também serão prejudicados caso as empresas vierem a decretar falência/ ou encerrarem os contratos de locação. Todos serão afetados, por tanto, vale a tentativa de negociação desta despesa fixa.

  1. Mantenha-se atualizado com os incentivos disponibilizados pelo Governo.

Semanalmente o governo vem divulgando medidas para auxiliar a classe empreendedora neste momento de crise. Vale citar o incentivo financeiro publicado no último dia 27, voltado às pequenas e médias empresas, denominado este de . O programa disponibiliza empréstimos com prorrogação de pagamento de parcelas e diluição de taxas de juros, a fim de manter a liquidez das empresas brasileiras.

Outro incentivo de importante destaque é a Medida Provisória 936/20, publicada no dia 01 de abril. Esta MP dispõe sobre medidas que flexibilizam a legislação trabalhista, visando preservar o emprego e a renda da população. Facilitando a redução da jornada de trabalho, como também a redução dos salários e suspensão temporários de contratos. Outro fato promovido através da MP 936 é a disponibilização de um fundo custeado com recursos da União, que auxiliará o empregador a financiar a remuneração dos seus funcionários nos próximos meses, seguindo as disposições e condições estabelecidas.

Além das dicas já apresentadas, devemos destacar o importante papel do advogado neste momento. Como operador do direito, este profissional pode auxiliar na implementação das medidas adotadas dentro da empresa, bem como auxiliar na mediação e renegociação de contratos com fornecedores e com os contratos de trabalho também! Buscando adotar as melhoras práticas e mitigar os riscos existentes neste cenário.

Se você precisa de assessoria jurídica para tratar sobre os incentivos que o governo vem disponibilizando ou demais medidas para auxiliar na saúde de sua empresa, entre em contato com a nossa equipe.

*Lopes é CEO do Silva | Lopes Advogados e Goldenfum é integrante da equipe do escritório.

Use Coworking Banner

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui