Pix: Tudo que você precisa saber.

0
80

O Pix, sistema de pagamento instantâneo do Banco Central (Bacen), entrou em operação oficialmente nesta segunda-feira, dia 16. O sistema é um dos principais projetos do Bacen para estimular a competição entre as instituições financeiras.

Com o sistema, é possível fazer transferências bancárias 24 horas por dia nos 365 dias do ano. Para o presidente do Bacen, Roberto Campos Neto, o Pix é a semente de várias iniciativas que estão sendo plantadas no âmbito da democratização digital.

O sistema chega para revolucionar o setor, por isso, fizemos uma curadoria dos nossos conteúdos, em diferentes formatos (artigos e podcast) para você saber tudo sobre o Pix. Confira:

Artigos

Pix: impacto na Gestão do Fluxo de Caixa
Com pouco menos de um mês para início das atividades, o Pix, nova modalidade do Sistema Brasileiro de Pagamentos Instantâneos (SPI), do Banco Central, promete, além de revolucionar o mercado financeiro, um “ponto de virada” na transferência de recursos financeiros. Os benefícios da nova plataforma de Pagamentos Instantâneos não serão restritos apenas a pessoas físicas, mas também impactará nas pessoas jurídicas.

O que você precisa saber sobre o Regulamento do Pix
Com o intuito de fomentar o mercado de pagamentos, o Banco Central do Brasil (Bacen) decidiu instituir e gerir um arranjo de pagamentos próprio, o Pix, que promete transações 24/7 (em todos os dias do ano) e obrigou que instituições de pagamentos e financeiras, que detenham mais de 500 mil contas ativas, participem. Será o fim do DOC e TED?

Pix: Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI) e a Conta de Pagamentos Instantâneos (Conta PI)
A novidade é um arranjo de pagamento aberto instituído pelo Bacen. O objetivo da implementação é forçar o processo de eletronização dos pagamentos, aumentar a eficiência no mercado de pagamentos de varejo e viabilizar o desenvolvimento de soluções focadas na experiência do cliente.

A regulamentação do Pix: o arranjo de pagamento do Banco Central
Através do Edital de Consulta Pública nº 76/2020, com prazo para manifestação finalizado no dia 18 deste mês, o Banco Central (Bacen) ofereceu uma boa ideia do que podemos esperar da regulamentação atinente ao sistema de pagamento instantâneo, o arranjo de pagamento do Bacen.

Pix: o sistema de pagamentos instantâneos brasileiro
O sistema de pagamentos instantâneos é um universo de possibilidades e não está surgindo repentinamente sem um devido preparo do mercado de pagamentos, o qual precisa se adaptar a esta nova e disruptiva forma do usuário se relacionar com o seu dinheiro.

Por: Startup Life.

SimSite Banner

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui